Conselheiro Cezar Miola é indicado como candidato à presidência da Atricon
13 de outubro de 2021 - 16:40
O conselheiro Cezar Miola, do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RS), foi indicado, pela diretoria da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon), como candidato à presidência da entidade para o biênio 2022/2023. Para compor a chapa, como candidato à vice-presidência, foi indicado o conselheiro Edilson Silva, do Tribunal de Contas do Estado de Roraima. 

As eleições da Atricon estão inseridas na programação oficial do II Congresso Internacional dos Tribunais de Contas (II CITC), que será realizado em João Pessoa, no período de 9 a 12 de novembro. 

Durante a realização da Sessão Administrativa do TCE-RS, nesta quarta-feira (13), os conselheiros saudaram a indicação do magistrado gaúcho para a função. O conselheiro Alexandre Postal parabenizou o colega e disse que Miola deverá ser o segundo conselheiro gaúcho a presidir a entidade representativa nacional (o primeiro foi Victor Faccioni, por dois mandatos consecutivos, de 2006 a 2009).  Também o procurador-geral do Ministério Público de Contas (MPC), Geraldo Costa da Camino, se associou aos cumprimentos, afirmando que Miola tem “sobradas condições de presidir a Atricon”. O procurador-geral do Estado, Euzébio Ruschel, opinou que a Associação dos Membros dos Tribunais de Contas estará muito bem representada tendo o conselheiro Miola à sua frente. Ainda o conselheiro Renato Azeredo cumprimentou o colega pela coragem diante dos desafios que serão enfrentados e afirmou que Cezar Miola tem muito a contribuir com a entidade. O conselheiro Marco Peixoto, que participou da votação que garantiu a indicação do colega à presidência da Atricon, disse que a candidatura representa a unidade do Tribunal gaúcho. Também se associaram às congratulações o conselheiro Algir Lorenzon, a conselheira-substituta Letícia Ayres Ramos, e o presidente do TCE-RS, Estilac Xavier. 

O conselheiro Cezar Miola agradeceu as manifestações de apoio e disse que sua indicação para a presidência da Atricon se deu dentro de um contexto de muita transparência e unidade. Ele afirmou que trabalhará na busca do fortalecimento dos Tribunais de Contas e da preservação das prerrogativas dos seus membros. 


Letícia Vargas
Assessoria de Comunicação Social TCE-RS