Jair Soares estreia série de lives do TCE-RS com ex-governadores
2 de julho de 2020 - 16:23
O Tribunal de Contas do Estado (TCE-RS) promoveu, nesta quinta-feira (02), por meio da sua Escola Superior de Gestão e Controle Francisco Juruena (ESGC), a 1ª edição do projeto “Conversa com ex-governadores”. O presidente do Órgão de Controle, conselheiro Estilac Xavier, conversou, via internet, com transmissão pelo canal do TCE-RS no YouTube e pela página do Facebook, com o ex-governador do Rio Grande do Sul entre 1983 e 1987, e ex-ministro da Previdência Social do Brasil de 1979 a 1982, Jair Soares.
O convidado fez uma retrospectiva histórica sobre o sistema previdenciário brasileiro que, recentemente, passou pela sétima reforma, desde o governo de Fernando Henrique Cardoso. Jair Soares apontou a falta de mecanismos de transição eficientes e justos para os trabalhadores como um dos grandes prejuízos sofridos pelos contribuintes, problema que, segundo ele, deve se repetir com a atual reforma.
O ex-governador elencou, também, os desvios de recursos previdenciários operados pelos diversos governos que se sucederam desde Juscelino Kubitschek. “O rombo da previdência começou quando JK arrebanhou todo o dinheiro dos institutos de previdência para construir Brasília. Estudos revelam que mais de 100 bilhões de dólares foram desviados para a construção da Capital do País”, disse.
Soares responsabilizou a inadimplência governamental na contribuição previdenciária, que prevê o sistema tripartite de contribuição (empregado, empregador e governo): “Sempre era o governo que não pagava a sua parte”, considerou. Ele condenou o fato de não existir mais um Ministério de Previdência Social, o que, para o ex-governador, contribuiu para a diluição dos recursos previdenciários no caixa único do governo.
O ex-ministro acrescentou, ainda, como fatores negativos para a atual crise previdenciária, a sonegação, as fraudes e a falta de fiscalização e de análises atuariais sobre todo o sistema de previdência brasileiro. “É preciso fazer uma audiência pública para verificar o quanto a Previdência Social é credora dos cofres nacionais. Não há controle. É preciso uma auditoria, sem isso, nunca saberemos o que há. O governo tem que pagar o que deve, pois o caixa único acabou com os recursos da Previdência Social, que seria viável se fosse bem gerida”, avaliou Jair Soares. 
A próxima edição do projeto “Conversa com ex-governadores”, que tem o objetivo de trazer os ex-governadores para tratar de assuntos que são de sua especialidade, acontecerá no dia 23 de julho, a partir das 14h, com o ex-governador Germano Rigotto. A transmissão será feita ao vivo pelo canal do TCE-RS no YouTube e pela página do Facebook.
Acesse aqui a íntegra da transmissão ao vivo.
Letícia Vargas – Assessoria de Comunicação Social
ATENÇÃO: O atendimento às demandas dos gestores referentes à pandemia está sendo feito pelo email: covid19@tce.rs.gov.br e pelo telefone (51) 3214.9990.
Audiodescrição: A imagem é dividida em dois retângulos, cada um mostrando o rosto de um dos participantes da webconferência com seus nomes na parte inferior da tela (fim da descrição).