TCE-RS promove resgate histórico sobre o fim da escravização e o Dia da Consciência Negra no Brasil
12 de maio de 2021 - 13:00
O Tribunal de Contas do Estado (TCE-RS) promoverá, nesta quinta-feira (13), às 14h, a webconferência “Os 50 anos do 20 de novembro em Porto Alegre”. A atividade, que será transmitida ao vivo pelo canal do TCE-RS no YouTube (www.youtube.com/tcegaucho), pretende resgatar o histórico que abandonou, há cinco décadas, a comemoração do 13 de maio (tido como dia da libertação dos escravos) e implementou o 20 de novembro (data da morte do líder quilombola Zumbi dos Palmares, em 1695) como “Dia da Consciência Negra” em Porto Alegre e, posteriormente, em todo o Brasil.

O debate contará com a participação da doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e fundadora da Organização de Mulheres Negras Maria Mulher, Maria Conceição Lopes Fontoura; e do analista de Políticas Públicas da UFRGS e membro do Movimento Negro Unificado e do Comitê Internacional de Reparação, Emir Silva. A mediação ficará sob a responsabilidade do membro do Movimento Negro Unificado e assessor especial do Gabinete da Presidência do TCE-RS, Gleidson Renato Martins Dias.

O presidente do Tribunal de Contas, conselheiro Estilac Xavier, explica que a atividade tem o propósito de promover a luta contra o racismo e trabalhar a questão antirracial dentro e fora da instituição, disseminando um olhar mais atento à História brasileira. Ele conta que, ainda no início dos anos 70, o Movimento Negro Gaúcho, liderado pelo professor Oliveira Ferreira da Silveira, promoveu debates e mobilizações para reivindicar o estabelecimento do dia 20 de novembro como o Dia Nacional da Consciência Negra. “Até então, existia uma narrativa, no Brasil, que apresentava a Princesa Isabel como a grande redentora e libertadora dos escravos. Mas essa versão tem o propósito de esconder não só a participação, mas toda a revolta e luta dos negros durante os 350 anos de escravidão do povo Afro no Brasil”, detalha o presidente. Ele acrescenta que foi a partir dos questionamentos e proposições feitas pelo Movimento Negro Gaúcho que ficou acordado que o dia 20 de novembro representaria de forma mais condizente os anseios e lutas da população negra, em oposição à história oficial, que disseminava a visão do Brasil Colônia e Imperial racista. “A construção do Dia da Consciência Negra contempla a necessidade de se saber o que significa ser negro num país estruturalmente racista, como o Brasil. A consciência negra nasce na perspectiva de que essa data seja de comemoração das pessoas negras na disputa por um mundo sem racismo e para denunciar o racismo vigente”, complementa o presidente Estilac Xavier.

Para o mediador da webconferência, o ativista do Movimento Negro Gleidson Renato Martins Dias, a contribuição dos debatedores propiciará uma análise profunda sobre a atuação do Movimento Negro. “Sem dúvida, será uma excelente oportunidade para entendermos a condição de enegrecimento e de disputa de datas. Ambos debatedores são teóricos e militantes atuantes. Maria Conceição é fundadora de uma das maiores e mais antigas organizações de mulheres negras do Brasil, que tem trabalho fundamental na Vila Cruzeiro, em Porto Alegre, há 42 anos. Além de contribuições teóricas, ela trará a vivência dessa disputa de interpretação e de abandono do dia 13 de maio para a construção do 20 de novembro”, projeta Gleidson. “Emir Silva, por sua vez, como ex-dirigente nacional do MNU, pensador, africanista, e coordenador do um grupo interno do MNU, chamado ANLU (A Nossa Luta Unificada), é uma das pessoas que mais tem condições de analisar as transformações econômicas, políticas e jurídicas que estão acontecendo em nível mundial no que tange à questão racial”, ressalta Gleidson Renato Martins Dias.

Para receber o certificado de participação no evento, inscreva-se informando seu login e senha aqui. Se for seu primeiro acesso, cadastre-se aqui, e depois entre com login e senha no link informado acima. Após entrar, abaixo do nome da webconferência haverá um botão azul “Inscreva-me”, clique nele para receber um e-mail confirmando a inscrição.

Em caso de dúvidas, entre em contato pelo e-mail ead@tce.rs.gov.br.

Letícia Vargas - Assessoria de Comunicação Social

Audiodescrição: Imagem com fundo azul claro, detalhes em amarelo, e textos escritos em letras nas cores branco e azul escuro. Ela traz o título da webconferência, a data, a hora e o endereço do canal no YouTube onde o evento será transmitido. No canto superior direito, está posicionado o logotipo do TCE-RS, nas cores bandeira do Estado (fim da descrição).