XII EDUCONTAS debate os Tribunais de Contas e a sociedade pós-pandemia
14 de outubro de 2021 - 16:41
Teve início, na manhã desta quinta-feira (14), o XII EDUCONTAS – Encontro Técnico de Educação Profissional dos Tribunais de Contas, com o tema “Os Tribunais de Contas e a Sociedade no Pós-Pandemia”. A atividade, promovida pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-RS), por meio de sua Escola Superior de Gestão e Controle Francisco Juruena (ESGC), consiste em dois dias de debates on-line (14 e 15 de outubro), com transmissão ao vivo pelo canal do TCE- RS no YouTube. O EDUCONTAS é um evento anual e conta com a presença de membros, servidores e órgãos fiscalizados pelos Tribunais de Contas brasileiros, bem como da sociedade civil. Seu objetivo principal é o fortalecimento de uma rede colaborativa entre os Órgãos de Controle, visando, sobretudo, à troca de experiências e ao compartilhamento de boas práticas na gestão educacional das Escolas de Contas.

Abertura
A mesa de abertura do XII EDUCONTAS, na manhã desta quinta-feira (14), contou com a presença da representante do Instituto Rui Barbosa (IRB) e presidenta do Comitê Técnico do Aperfeiçoamento Profissional do IRB, conselheira Doris Miranda Coutinho (TCE-TO); do representante da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon), conselheiro Cezar Miola (TCE-RS); do representante do Conselho Nacional de Presidentes dos Tribunais de Contas (CNTPC), conselheiro Adircélio de Moraes Ferreira Jr. (TCE-SC); e do presidente do TCE-RS, conselheiro Estilac Martins Rodrigues Xavier. 

Foi exibida uma mensagem gravada pelo presidente do Instituto Rui Barbosa (IRB), Ivan Lelis Bonilha (TCE-PR). Ele qualificou o XII EDUCONTAS como “fundamental para as escolas de administração pública de controle externo, que identificam os principais fatores e temas para a boa atividade do controle e fiscalização”. 
Na sequência, o conselheiro Estilac Xavier assinalou que a atividade adquire alta importância para a troca de experiências entre os Tribunais de Contas do Brasil, ressaltando a importância da área da Tecnologia da Informação como estratégica e da atuação das escolas de contas. O conselheiro Adircélio de Moraes Ferreira Jr., por seu turno, sustentou que o EDUCONTAS representa o caminho para a excelência das capacitações ministradas pelas escolas de contas, tanto aos nossos servidores como aos dos órgãos jurisdicionados, o que termina por impactar diretamente na qualidade e na efetividade dos serviços públicos prestados à sociedade. Já o conselheiro Cezar Miola ressaltou o compromisso dos Tribunais de Contas com a agenda da capacitação e da qualificação na formação dos seus quadros sustentando que os números demonstram que são significativos os investimentos feitos pelos tribunais de contas na formação dos quadros da administração pública, dos órgãos de poder e das entidades fiscalizadas. 

Por fim, conselheira Doris Miranda Coutinho Dóris firmou que, durante o período que presidiu o Comitê Técnico do Aperfeiçoamento Profissional do IRB, assistiu ao crescente engajamento das escolas de contas na educação corporativa, comprometidas com a missão de aperfeiçoar os servidores internos e externos aos Tribunais de Contas, os jurisdicionados e de capacitar o controle social. 

Após a abertura do encontro, aconteceu o primeiro painel do XII EDUCONTAS, ministrado pelo doutor em Economia, diretor executivo da INTELETTO Consultoria, especializada na implantação da gestão por competências e de   trilhas   de   aprendizagem, e professor convidado da FGV e ENAP, Pedro Paulo Carbone. Ele discorreu sobre microlearning (abordagem de ensino que transmite pequenas doses de conhecimento em um curto espaço de tempo), metodologias ativas e curadoria de conhecimentos e trilhas de aprendizagem. A mediação ficou a cargo do Diretor da Escola de Gestão e Contas e Auditor de Controle Externo do Tribunal de Contas do Município de São Paulo, Gilson Piqueras Garcia. 

A programação do XII EDUCONTAS segue até sexta-feira, abordando temas como a Nova Lei de Licitações e seus reflexos nas Escolas de Contas, as metodologias ativas de ensino em tempos de trabalho remoto, o engajamento no trabalho e nas ações de educação em tempos de crise, no contexto da pandemia da Covid-19, e a importância das ações colaborativas em rede e o controle social. 

Para conferir a programação completa, clique aqui . Em caso de dúvidas, contate ead@tce.rs.gov.br.


Letícia Vargas
Assessoria de Comunicação Social TCE-RS